Explosão mata 25 homens que montavam caminhão-bomba no Iraque

  • Por Agencia EFE
  • 10/02/2014 12h02

Bagdá, 10 fev (EFE).- Pelo menos 25 supostos membros da rede terrorista Al Qaeda morreram na explosão de um caminhão quando tratavam de carregá-lo com explosivos em uma aldeia ao norte de Bagdá para fazer um atentado, informou nesta segunda-feira à Agência Efe uma fonte policial.

Segundo a fonte, os supostos terroristas tinham a intenção de atacar “uma importante instalação governamental” na província de Salah ad-Din, quando os explosivos detonaram, ontem à noite, em uma aldeia ao nordeste de Samarra, na mesma província.

Alertados pelos moradores da aldeia, os grupos de segurança foram ao local da explosão, de onde levaram os corpos para o centro médico legal para sua identificação.

Além disso, com as vítimas mortas, um número indeterminado de extremistas se feriu no acidente, embora tenham fugido antes de as forças de segurança chegarem para não serem capturados, acrescentou a fonte de segurança.

O objetivo dos supostos membros da Al Qaeda seria lançar o caminhão-bomba contra uma sede governamental em Salah ad-Din (província de maioria sunita), acrescentou a fonte, embora não se saiba com precisão qual seria o alvo do ataque. EFE