FMI prevê inflação de mais de 100% na Venezuela em 2015

  • Por Agencia EFE
  • 15/07/2015 12h25

Washington, 15 jul (EFE).- O Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou nesta quarta-feira que a Venezuela alcançará uma taxa de inflação superior a 100%, e afundará sua recessão até 7% este ano, como consequência de políticas macroeconômicas que considerou “insustentáveis”.

“A Venezuela segue experimentando uma profunda recessão, e se projeta uma contração do PIB de 7% e uma taxa de inflação superior a 100% em 2015”, declarou Alejandro Werner, diretor do Departamento do Hemisfério Ocidental do FMI, em entrevista coletiva.

Venezuela e Brasil (-1,5%) são as duas economias latino-americanas que fecharão este ano em recessão, de acordo com os dados do Fundo.

Ao comentar a situação na Venezuela, Werner citou que “o impacto da queda dos preços das matérias-primas, concretamente o petróleo, se viu magnificado após vários anos de políticas macroeconômicas insustentáveis e de forte intervenção microeconômica”.

Além disso, o funcionário acrescentou que por enquanto não se viram medidas por parte das autoridades venezuelanas para ajustar estes “grandes desequilíbrios”, de modo que reiterou que as perspectivas futuras são “muito complexas”.

Em 2014, a economia venezuelana se contraiu 4% e a inflação fechou acima de 60%. EFE