Furacão “Linda” alcança categoria 2 e segue ganhando força no Pacífico

  • Por Agencia EFE
  • 07/09/2015 23h58

Cidade do México, 7 set (EFE).- O furacão “Linda”, que se formou nesta segunda-feira em frente ao litoral mexicano do Pacífico, alcançou a categoria 2 na escala Saffir-Simpson e continua se intensificando ao sul da península de Baja California Sur, informou o Serviço Meteorológico Nacional (SMN) do México.

O organismo detalhou em um boletim que, às 16h15 (horário local, 18h15 de Brasília) o fenômeno se encontrava 195 quilômetros ao oeste-sudoeste de Isla Socorro, pertencente ao estado de Colima, e 590 quilômetros ao sul-sudoeste de Cabo San Lucas, em Baja California Sur.

“Linda” se dirige ao noroeste a 19 km/h, acompanhada de ventos máximos constantes de 165 km/h e sequências de até 205 km/h. O SMN indicou que espera-se que o fenômeno continue ganhando força dentro da categoria 2.

Segundo a previsão dos analistas, o furacão provocará chuvas muito fortes em Baja Califórnia Sur, Sinaloa, Nayari, Jalisco e no Arquipélago de Revillagigedo; fortes em Colima e Michoacán, e menores em Baja California.

O Serviço Meteorológico recomendou que a população aumente suas precauções por chuvas, ventos e ressacas, e que obedeça às recomendações do Sistema Nacional de Defesa Civil.

O organismo previu a formação de 19 ciclones com nome na temporada de 2015 na Bacia do Pacífico, que começou formalmente no último dia 15 de maio, 40% a mais que a média histórica.

Até agora se formaram 12, mas ainda faltam mais de dois meses para o fim da temporada, em 30 de novembro.

Em 2014 foram registrados 21 ciclones no Pacífico, transformando-se assim na temporada mais ativa para esta bacia desde 1992. EFE