Governo do México estabelece ponte aérea para turistas presos por furacão

  • Por Agencia EFE
  • 17/09/2014 01h59

Cidade do México, 16 set (EFE).- O governo do México anunciou nesta segunda-feira o estabelecimento de uma ponte aérea para os milhares de turistas que ficaram presos pela passagem do furacão “Odile” no estado de Baja California Sur, informou hoje a Secretaria de Comunicações e Transportes (SCT).

Aviões das Forças Armadas e de linhas aéreas comerciais transferirão os visitantes nacionais e estrangeiros afetados desde os aeroportos de Los Cabos e La Paz a diversos pontos de maneira gratuita, assinalou a SCT em comunicado.

O furacão “Odile” impactou hoje contra as áreas turísticas do estado mexicano de Baja California Sur, no noroeste do país, causando graves danos à infraestrutura urbana, inundando amplas regiões e obrigando a evacuação de 11 mil pessoas, mas sem deixar vítimas.

A estimativa é que mais de 200 mil pessoas estejam sem eletricidade em todo o estado.

“Odile”, que alcançou a categoria 4 da escala Saffir-Simpson (de cinco níveis), se degradou paulatinamente até a categoria 1 durante sua trajetória ao longo da Península de Baja California.

O Serviço Meteorológico Nacional (SMN) indicou em seu último boletim que o fenômeno está a 35 quilômetros ao sul-sudoeste de Mulegé e a 95 quilômetros noroeste de Loreto, em Baja California Sur.

O meteoro se desloca a 20 km/h com direção nor-noroeste enquanto gera ventos sustentados de 110 km/h e sequências de até 140 km/h. EFE

msc/rsd