Hospital desmente boatos sobre morte de Schumacher

  • Por Agencia EFE
  • 06/02/2014 16h42

Paris, 6 fev (EFE).- O hospital onde Michael Schumacher está internado, na cidade de Grenoble, na França, desmentiu nesta quinta-feira o rumor divulgado em redes sociais segundo o qual o ex-piloto alemão tinha falecido.

O último comunicado oficial sobre o estado de saúde do heptacampeão mundial de Fórmula 1 data de 30 de janeiro, quando a porta-voz de Schumacher anunciou que os médicos que o atendem tinham reduzido sua sedação, para que começasse o processo de tirá-lo do coma induzido.

“Os sedativos administrados a Michael foram reduzidos há pouco para iniciar o processo de despertá-lo, que pode durar muito tempo”, disse na ocasião Sabine Kehm em comunicado emitido em meio a uma onda de informações sobre a situação do ex-piloto.

Schumacher está internado desde 29 de dezembro no hospital universitário de Grenoble, após ter sofrido uma forte queda enquanto esquiava fora das pistas da estação de Méribel, na França, e bateu com a cabeça em uma rocha. Médicos que o atenderam cogitam que ele pode ter sofrido danos cerebrais, por isso o deixaram em coma artificial. EFE