Jamaicana de 22 anos conquista ouro nos 100 metros com barreiras

  • Por Agencia EFE
  • 28/08/2015 13h59

Pequim, 28 ago (EFE).- A jamaicana Daniele Williams, de apenas 22 anos, surge como a nova “rainha” dos 100 metros com barreiras, com a melhor marca de sua vida (12s57), batendo por dois centésimos a alemã Cinco Roleder para ficar com o título mundial da prova.

A mais nova das Williams – sua irmã Shermaine acabou em sétimo, com 12s95 – surpreendeu as favoritas em uma corrida que evidenciou o fracasso das americanas.

Antes das semifinais, os Estados Unidos aspiravam um pódio triplo com quatro atletas entre as melhores, inclusive a campeã Brianna Rollins. Duas americanas foram eliminadas antes da final.

Dawn Harper retornava ao estádio onde em 2008 se proclamou campeã olímpica, e no entanto desta vez não teve o mesmo desempenho. Na primeira semifinal tropeçou no segundo obstáculo e suas esperanças foram jogadas no chão.

Na segunda, Kendra Harrison foi desqualificada por uma saída falsa, de modo que o pódio triplo americano já tinha sido deixado para trás antes da final, prova em que nenhuma das duas sobreviventes subiu ao pódio. A bielorrussa Alina Talay arrebatou o bronze por apenas um centésimo (12s66, recorde nacional). EFE