Brasil vai viver os próximos anos com a sombra de Lula

  • Por Jovem Pan
  • 21/08/2018 10h24
Reprodução/Ricardo Stuckert/Twitter PT Como um cidadão preso, ainda que vença, pode dirigir um país como o nosso?

A sociedade está verdadeiramente espantada, atribulada com a campanha eleitoral. Hoje os jornais publicam pesquisa que mostra que, sem Lula, Jair Bolsonaro lidera com 20%, mas com o petista, estevai a 37%. Como pode um ex-presidente condenado em segunda instância, preso no Paraná, liderar pesquisa?

É o povo que é consultado e responde que o quer na Presidência, mas como? Como um cidadão preso, ainda que vença, pode dirigir um país como o nosso? E tem mais.

Em 1990, o Brasil publicou lei complementar 64, que define que condenados por órgão colegiado não poderão mais exercer a atividade política por 8 aos após o cumprimento da pena. É a Lei da Ficha Limpa.

Porém, na mesma há a possibilidade de suspensão de inelegibilidade, desde que o recurso tenha alguma condição de prosperar.

Essa questão está posta. Aqui está a defesa de Lula.

Mesmo que Lula perca no TSE, e é quase certo que isso ocorrerá, ainda caberão dois recursos. Um ao STJ e outro ao STF. O Brasil vai viver os próximos anos com a sombra de Lula, mesmo que repelido o registro de candidatura.

Confira o comentário completo de Joseval Peixoto: