“Mad Men” e “Transparent” são as séries favoritas para indicações do Emmy

  • Por Agencia EFE
  • 15/07/2015 22h24

Beatriz Pascual Macías.

Washington, 15 jul (EFE).- A veterana série de drama “Mad Men” e a novata comédia “Transparent”, considerada um dos fenômenos televisivos do ano, concorrerão nesta quinta-feira pelas indicações dos Prêmios Emmy, o “Oscar da televisão”, que será entregue em setembro pela Academia Nacional de Artes e Ciências Televisivas dos Estados Unidos.

O anúncio das candidaturas acontecerá às 8h30 locais (12h30 de Brasília) no Silver Screen Theater de Los Angeles e ficará a cargo da apresentadora do programa de televisão “So You Think You Can Dance”, Cat Deeley e da comediante Uzo Aduba (“Orange is the New Black”).

Neste ano, “Orange is the New Black”, ganhadora de três prêmios Emmy e indicada a quatro Globos de Ouro, concorrerá a indicações na categoria de drama devido às mudanças introduzidas pela Academia, que redefiniu o conceito de série dramática, comédia televisiva e minissérie para se adaptar às mudanças do setor.

Agora, qualquer série cujos capítulos tenham mais de meia hora de duração será considerada drama, por isso o formato de comédia no qual “Orange is the New Black” concorreu anteriormente fica restrito a séries com episódios de 30 minutos ou menos.

Com a entrada de “Orange is the New Black” e a saída dos gigantes “Breaking Bad” e “True Detective”, a categoria de drama deverá ser palco de uma das batalhas mais interessantes dos últimos anos com a intensa concorrência de séries veteranas do Emmy, como a grande produção do canal a cabo HBO “Game of Thrones” e uma das grandes apostas do Netflix, “House of Cards”.

“Mad Men”, a série com maior número de indicações ao Emmy da história e que possui quatro prêmios de melhor drama e três Globos de Ouro nessa categoria, se despediu este ano do público americano após oito temporadas no ar, com o que uma estatueta na premiação deste ano – a modo de despedida – seria a cereja do bolo de sua trajetória, segundo os analistas.

Outra série que ninguém se atreve a apostar contra é “Modern Family”, o bem-sucedido programa da colombiana Sofía Vergara que, no ano passado, igualou o recorde de “Fraiser” ao conseguir seu quinto Emmy consecutivo e que encara esta edição com o objetivo de fazer história na pequena tela.

No entanto, “Transparent” aparece como a novidade que pode levar o título de melhor comédia televisiva. A série, cujo nome é um trocadilho entre as palavras em inglês “trans” (transexual) e “parent” (pai), conta a história de um professor que confessa para seus filhos que é transexual e com a qual Jeffrey Tambor será a principal ameaça ao domínio de Jim Parsons no prêmio de melhor ator de comédia. No ano passado, Parsons levantou seu quarto Emmy pela interpretação do personagem Sheldon Cooper de “The Big Bang Theory”.

Já entre os prêmios femininos, a favorita para repetir o de melhor atriz de comédia é Julia Louis-Dreyfus (“Veep”), enquanto, no gênero dramático, as que têm mais chances de serem indicadas são Viola Davis (“How to Get Away with Murder”) e Taraji P. Henson (“Empire”), segundo o portal especializado “Gold Derby”.

Já Kevin Spacey é praticamente certo na categoria de melhor ator por sua interpretação do brilhante e desalmado Frank Underwood em “House of Cards”, uma indicação na qual poderá ser acompanhado de outros pesos pesados, como Jon Hamm (“Mad Men”) e Kyle Chandler (“Bloodline”), que já ganhou um Emmy na lendária série “Friday Night Lights”.

Este ano, a grande festa da televisão americana acontecerá no dia 20 de setembro no Teatro Microsoft, em Los Angeles, e o mestre de cerimônias será o comediante Andy Samberg, ganhador do Globo de Ouro de melhor ator de comédia ou musical em televisão no ano passado por seu trabalho em “Brooklyn Nine-Nine”. EFE