Malásia prende 3 supostos terroristas e emite alerta de segurança

  • Por Agencia EFE
  • 25/09/2015 14h41

Bangcoc, 25 set (EFE).- As autoridades da Malásia prenderam nesta sexta-feira três supostos terroristas e aumentaram a segurança em Kuala Lumpur diante da ameaça de um ataque dos jihadistas do Estado Islâmico (EI).

Os detidos são de nacionalidade indonésia, síria e malaia, e pelo menos um dos três realizou viagens frequentes ao Iêmen e entrou na Malásia há apenas um dia, segundo o canal “Channel News Ásia”.

As prisões foram realizadas após um alerta das embaixadas dos Estados Unidos e da Austrália em Kuala Lumpur a seus cidadãos, para que se mantivessem afastados das áreas próximas a Jalan Alor, a rua onde suspeitam que os jihadistas pretendiam atacar.

“Sim, estamos em alerta. Enviamos mais policiais. Acreditamos que é uma vingança pela detenção de militantes”, indicaram fontes policiais ao jornal “Malaysia Insider”.

Os corpos de segurança da Malásia detiveram mais de uma centena de pessoas suspeitas de colaborar com o EI, enquanto 50 malaios combatem na Síria e dez morreram em combate, segundo dados do governo.

A Malásia tem população de quase 30 milhões de habitantes, 61% de muçulmanos. EFE