Bolsonaro desconhece a história do Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 24/07/2018 08h00 - Atualizado em 24/07/2018 08h02
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilJair Bolsonaro estuda nomear militares no primeiro escalão de seu governo, se eleito presidente da República

O candidato do PSL à presidência da República, Jair Bolsonaro rejeitou a proposta do Tenente-Brigadeiro Carlos de Almeida Batista, que sugeriu que ele não nomeie militares no primeiro escalão em um eventual governo.

Na opinião do comentarista Marco Antonio Villa, Bolsonaro é tão pobre em ideias que não tem o que propor. Então ele tira da cartola algo como se militar tivesse qualidade superior a civil ou vice-versa.

O candidato do PSL, assim como outros presidenciáveis, desconhece a história do Brasil. Essa conversa já ocorria na época da República Velha, quando os militares se referiam aos políticos civis como “casacas”. Sempre de uma forma depreciativa.

Isso se deu basicamente em regimes fortes, como nos governos de Deodoro da Fonseca e de Floriano Peixoto.

É evidente que o candidato desconhece todos esses fatos porque no Brasil é “legal” ser ignorante e não há contradição entre civil e militar. É tudo uma bobagem de alguém que não tem o que dizer.

Confira o comentário completo: