Empresariado fica omisso nas grandes discussões sobre o Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 24/07/2017 10h22 - Atualizado em 24/07/2017 10h22
Empresariado fica omisso nas grandes discussões sobre o Brasil

Empresariado brasileiro e a política nacional. Antes havia ideia que era recorrente em setores de centro-esquerda que o desenvolvimento econômico nacional havia contraposição entre interesses nacionais e os estrangeiros. Isso gerava grande polêmica.

Também se discutia o papel do Estado para impulsionar o desenvolvimento econômico no Brasil.

Anos depois, como é que fica o papel do empresariado? Ele fica omisso nas grandes discussões sobre o Brasil. Dinheiro não falta, mas não tem qualquer participação política. Por outro lado, os grandes empresários, na sua participação política individual, são patéticos. Eles não conseguem desenhar um país. A questão social para eles é relevante, eles pensam no bolso deles. Para expandirem seus negócios eles fazem qualquer coisa.

O que o empresariado brasileiro fez durante o impeachment? Zero. Para não falar zero, vamos fazer uma menção honrosa à Fiesp. Falo só do setor industrial, mas podemos falar de Agricultura e Comércio, por exemplo.

Assista ao comentário completo de Marco Antonio Villa: