Marco Antonio Villa: Bolsonaro faz discurso breve, mas apresenta radiografia clara do Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 23/01/2019 07h40 - Atualizado em 23/01/2019 07h41
EFEFoi discurso de seis minutos, breve, mas colocando pontos centrais

Jair Bolsonaro garante que, por enquanto, o Brasil continua no Acordo de Paris. Na campanha, o presidente havia falado em tirar o país do tratado sobre o clima, mas durante encontro com executivos em Davos afirmou que não deve promover nenhuma mudança.

Nesta quarta-feira (23), Bolsonaro participa de debate sobre a crise humanitária na Venezuela e terá um dia com agenda cheia na Suíça. O presidente vai se reunir com o premiê italiano, Giuseppe Conte, e com o presidente suíço, Ueli Maurer – e terá um jantar com outros chefes de estado.

Como prometido, Bolsonaro fez discurso curto e direto na abertura do Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça. Na fala de apenas seis minutos, o presidente prometeu investir pesado em segurança e falou em conciliar preservação ambiental e desenvolvimento econômico.

“Foi discurso de seis minutos, breve, mas colocando pontos centrais. As questões do meio ambiente, corrupção, segurança dos negócios, apresentou radiografia sucinta e clara do Brasil. Esse tipo de discurso não é para ser aplaudido de pé e nem ser vaiado. Sobre reforma da Previdência, externar o assunto não me parece o melhor caminho. Ele tem seu jeito de ser e sua forma de expor. Mas há certa implicância da imprensa por coisas absurdas como o uso de sobretudo por parte de Bolsonaro. Qual o problema disso?”, diz Marco Antonio Villa.

Confira o comentário completo: