Marco Antonio Villa: Cadeia para a direção da Vale

  • Por Jovem Pan
  • 28/01/2019 07h36
EFEVale se julga a dona do Brasil. Ela não é uma empresa, ela é assassina

Buscas em Brumadinho atravessam a madrugada e chegam ao quarto dia. Já foram confirmadas 58 mortes, e mais de 300 pessoas continuam desaparecidas.

Apesar das dificuldades, equipes continuam com esperança de encontrar sobreviventes. Até agora, 192 pessoas foram socorridas, mas os responsáveis alertam que são cada vez menores as chances de achar alguém com vida.

“É um momento triste que o país passa. É necessário ainda buscar sobreviventes, mesmo com a chance remota. É preciso também tentar diminuir a área de expansão desse mar de lama. Por outro lado, é a irresponsabilidade da Vale. Ela se julga a dona do Brasil. Ela não é uma empresa, ela é assassina. Entre culpados tem muitos, mas a Vale é a primeira. A Vale cometeu crime premeditado. Não foi acidente, foi crime”, diz Marco Antonio Villa.

Confira o comentário completo: