Marco Antonio Villa: Caminho para fim da ditadura chavista é saída negociada

  • Por Jovem Pan
  • 25/01/2019 07h50
EFENo Brasil, o general Hamilton Mourão defende a criação de um corredor de escape para que Nicolás Maduro deixe a Venezuela em segurança

Militares confirmam apoio a Nicolás Maduro na Venezuela e denunciam que Juan Guaidó está tentando dar um golpe de Estado. Por outro lado, os Estados Unidos convocaram para amanhã uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU para debater crise no país sul-americano.

Nicolás Maduro diz que aceita proposta de diálogo mediado por México e Uruguai. Em meio a crise que pode derrubá-lo do poder, o líder venezuelano afirmou nesta quinta-feira que está pronto para a negociação e para o acordo.

No Brasil, o general Hamilton Mourão defende a criação de um corredor de escape para que Nicolás Maduro deixe a Venezuela em segurança. O vice-presidente brasileiro afirmou que Maduro deve sair do país para que o país vizinho possa iniciar o processo de reconstrução.

“A questão que se coloca é evitar o banho de sangue que existe na Venezuela. Maduro quer ganhar tempo para permanecer no poder, mas ele vai cair. A questão é se vai cair neste mês ou no próximo. É necessário obter uma saída negociada. É o único caminho para se livrar da ditadura chavista”, diz Marco Antonio Villa.

Confira o comentário completo: