Marco Antonio Villa: Grande parte do eleitorado de Bolsonaro é de votos de anti-PT

  • Por Jovem Pan
  • 05/10/2018 07h38
Reprodução/TV GloboBolsonaro continua crescendo e atinge 35% das intenções de voto, revela pesquisa Datafolha

Mesmo ausente, Jair Bolsonaro é o principal alvo no último debate presidencial antes do primeiro turno das eleições. Entre os sete candidatos presentes no evento promovido pela Rede Globo, o petista Fernando Haddad foi o mais atacado pelos rivais.

Bolsonaro continua crescendo e atinge 35% das intenções de voto, revela pesquisa Datafolha.

Na sondagem divulgada nesta quinta-feira (04), Fernando Haddad, do PT, aparece com 22%; Ciro Gomes, do PDT, tem 11%; e Geraldo Alckmin, do PSDB, soma 8%. Considerando apenas os votos válidos, a vantagem de Bolsonaro é ainda maior.

O candidato do PSL teria 39%, 14 pontos à frente de Haddad, enquanto Ciro ficaria com 13% e Alckmin, com 9%.

“É a reta final. Tudo indica que teremos segundo turno, apesar de esse ano ser de surpresas. Agora a diferença de Bolsonaro a Haddad é vantagem considerável. Grande parte dos votos de Bolsonaro são os votos anti-PT, o voto do medo. Mas sua rejeição ainda é maior que a de Haddad”, diz Marco Antonio Villa.

Confira o comentário completo: