Nível dos presidenciáveis é o pior da história republicana

  • Por Jovem Pan
  • 18/07/2018 10h04 - Atualizado em 18/07/2018 10h05
Janine Moraes/Agência CâmaraBolsonaro afirmou: "eu tenho uma tara pela Rede Globo"

O nível da política brasileira é o pior da história republicana, diz o historiador Marco Antonio Villa em seu comentário final do Jornal da Manhã.

O pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro, por exemplo, teria dito, sobre sua aproximação com o economista Paulo Guedes: “sabe o que você sente quando entra em uma sala e vê uma mulher gostosa? Vai atrás até pegar. Foi o que fiz”.

Bolsonaro ligou para a jornalista Sonia Racy, que divulgou a informação e exigiu a revelação das duas fontes que deram a informação, algo que a Constituição protege.

O mesmo Bolsonaro afirmou que tem uma “tara pela Rede Globo”. “Vou quebrar o sigilo do BNDES. Pode ter certeza, nós vamos entrar no BNDES. Vamos saber a dívida de todo mundo lá. Em especial a Rede Globo. Eu tenho uma tara pela Rede Globo, sou apaixonado pela Rede Globo”, declarou.

Continuando o circo de horrores, Ciro Gomes ameaçou um promotor que o processou por injúria racial e o chamou de “filho da p*”. O presidenciável chamou de “capitãozinho do mato” o vereador Fernando Holiday.

“Um promotor aqui de São Paulo resolve me processar por injúria racial. E pronto, um filho da puta desses faz isso. Ele que cuide de gastar o restinho das atribuições dele, porque se eu for presidente essa mamata vai acabar”, disse o pedetista no evento da Abimaq.

Esses são candidatos que a gente quer?