Torquato Jardim prevaricou e deveria ser demitido por Temer

  • Por Jovem Pan
  • 02/11/2017 07h47
Valter Campanato/Agência Brasil"Ele não deveria estar no cargo, se o presidente tivesse autoridade, demitiria o ministro", diz Marco Antonio Villa

Governador Luiz Fernando Pezão aciona no STF o ministro da Justiça por fala sobre a segurança pública do Rio de Janeiro.

Torquato Jardim acusou políticos e comandantes de batalhão de se associarem ao crime organizado no Estado.

“Isso é algo inacreditável, porque é de uma irresponsabilidade absurda. Se ele tinha todas essas informações e não agiu, é prevaricação. Ele não deveria estar no cargo, se o presidente tivesse autoridade, demitiria o ministro. Agora, ele dizer que toda a Polícia Militar está vinculada ao crime organizado é terrível. Claro que tem problemas na Polícia do RJ, mas não em toda ela, mas ele é ministro, tem a Polícia Federal, porque não colocou a PF, Força Nacional e Forças Armadas?”, diz Marco Antonio Villa.

Assista ao comentário completo: