Montezemolo confirma que Alonso deixará Ferrari ao final da temporada

  • Por Agencia EFE
  • 15/10/2014 18h16

Redação Central, 15 out (EFE).- O ex-presidente de Ferrari, Luca di Montezemolo, que deixou o cargo oficialmente na última segunda-feira, confirmou à rede de televisão italiana “RAI” que o piloto espanhol Fernando Alonso deixará a escuderia ao final desta temporada.

“Fernando sai por dois motivos: porque quer se aventurar em outro projeto e porque tem uma idade na qual não pode mais esperar para voltar a vencer”, declarou Montezemolo, que acrescentou que o bicampeão mundial “está decepcionado por não ter conquistado títulos nesses anos e precisa de novos estímulos”.

Alonso, de 33, chegou à Ferrari em 2010 e foi vice-campeão três vezes pela equipe italiana. Ele tem contrato até dezembro de 2016, mas, segundo o dirigente, não o cumprirá.

“Desde 1999, conquistamos 14 títulos mundiais (entre pilotos e construtores) em 15 anos. No ano 2000, vencemos o Mundial no Japão com Michael Schumacher após 23 anos. Nos últimos anos, somos a equipe que mais venceu no mundo. Em 2008, 2010 e 2012, perdemos o título na última corrida. A temporada verdadeiramente decepcionante foi a última. Mas assim é o esporte”, lembrou.

Montezemolo deixou a presidência do grupo automobilístico Ferrari após 23 anos e foi substituído pelo atual conselheiro da Fiat Chrysler, Sergio Marchionne. EFE