Número de mortos em explosão de Tianjin sobe para 158

  • Por Agencia EFE
  • 31/08/2015 07h59

Pequim, 31 ago (EFE).- Os mortos pelas explosões de um armazém de produtos químicos na cidade chinesa de Tianjin aumentaram nesta segunda-feira para 158, enquanto 15 pessoas seguem desaparecidas, segundo anunciaram os responsáveis dos trabalhos de resgate.

Os mortos são 94 bombeiros, 11 policiais e 53 civis, enquanto os desaparecidos são dez bombeiros e cinco civis, segundo os dados.

A informação não precisa hoje o número de pessoas que continuam hospitalizadas, que no domingo era ainda de 367.

As explosões de 12 de agosto ocorreram em um armazém irregular que guardava cerca de 3 mil toneladas de produtos químicos, especialmente 700 de cianureto de sódio, no porto de Tianjin (norte).

A maioria das vítimas são bombeiros e policiais porque foram à zona após uma primeira explosão de menor intensidade e foram surpreendidos por uma gigantesca deflagração

As autoridades chinesas anunciaram na sexta-feira a detenção de 12 pessoas e a apresentação de acusações contra outras 11 por sua suposta responsabilidade na tragédia. EFE