Pescadores estão desaparecidos no México após passagem de ciclone

  • Por Agencia EFE
  • 24/09/2014 00h35

Cidade do México, 18 set (EFE).- Dois pescadores que zarparam no domingo passado da praia de Manzanillo, na zona turística de Acapulco, estão desaparecidos e sua busca se viu obstaculizada pela passagem do ciclone “Polo”, informaram nesta quinta-feira fontes do governo do estado mexicano de Guerrero.

Os parentes afirmaram que os pescadores “partiram de uma embarcação sem atender as recomendações de fechamento à navegação menor e pesca ribeirinha” pelo mau tempo na região.

De acordo com meios de comunicação locais, no último dia 22 de julho outros três pescadores saíram da mesma praia para pescar tubarão e até o momento não foram encontrados.

“Polo” surgiu no dia 16 de setembro no Pacífico ao sul de Guerrero e esta tarde retornou à categoria de tempestade tropical após ter alcançado ontem à noite força de furacão de categoria I na escala Saffir-Simpson (de cinco níveis).

Em um boletim emitido às 16h locais (18h de Brasília), o Serviço Meteorológico Nacional do México indicou que “Polo” está a 290 quilômetros ao sul de Cabo Corrientes, estado de Jalisco, e a 705 ao sudeste de Cabo San Lucas, em Baja California Sur.

Embora tenha perdido força, o fenômeno manterá ventos de até 60 km/h. EFE