Planalto interfere para acalmar ânimos do Congresso

  • Por Jovem Pan
  • 16/06/2015 11h28
O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, durante reunião da Mesa Diretora (Marcelo Camargo/Agência Brasil) Marcelo Camargo/Agência Brasil Eduardo Cunha

No comentário desta terça-feira (16), Fernando Rodrigues fala sobre a interferência do Palácio do Planalto depois de o PT ofender o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. A ordem de Dilma Rousseff é para manter as aparências enquanto o governo precisar do Congresso para aprovar o ajuste fiscal.

Outro destaque do jornalista é o STF, que volta a ficar completo com 11 ministros a partir desta terça-feira com a posse de Luiz Fachin. O jurista vai ocupar a cadeira que foi de Joaquim Barbosa. Tudo indica que o Supremo passará a ter uma composição majoritariamente mais moderada a partir de agora.

Ouça comentário completo no áudio acima.