Primeiro e sétimo hoje, Rosberg admite “equívoco” de acerto entre sessões

  • Por Agencia EFE
  • 18/09/2015 17h40

Redação Central, 18 set (EFE).- O alemão Nico Rosberg, da Mercedes, admitiu que o fim da sexta-feira não foi das melhores, com o desempenho no segundo treino livre para o Grande Prêmio de Cingapura, devido erros de configuração feitos por ele e a equipe.

“Fizemos algumas mudanças no acerto entre as duas sessões, mas fomos na direção equivocada. Foi uma boa experiência, porque já sabemos o que fazer amanhã. A pista é muito exigente e o desgaste dos pneus será alto”, avaliou o vice-líder do Mundial de Pilotos.

Na primeira atividade do dia, Rosberg foi o mais rápido, desbancando o companheiro de equipe, o britânico Lewis Hamilton, que vinha de fim de semana perfeito na Itália, liderando todas as atividades, vencendo de ponta a ponta e ainda marcando a volta mais rápida.

Em seguida, no segundo treino, o alemão foi apenas o sétimo colocado, pouco mais de seis décimos mais lento que o russo Daniil Kvyat, da Red Bull, que surpreendeu, ficando com a primeira posição da sessão.

Hamilton, por sua vez, além do segundo tempo, foi quarto na atividade seguinte, mas descartou que a Mercedes tenha sofrido com alguma dificuldade técnica, para ficar atrás da Red Bull e da Ferrari.

“Não houve problemas com o carro, mas a concorrência parece estar mais perto, talvez até um pouco mais rápido. Seguiremos lutando e temos que trabalhar duro para encontrar onde podemos tirar mais tempo”, disse o duas vezes campeão mundial e líder da atual temporada, 53 pontos a frente de Rosberg. EFE