Promessas do esqui alpino dos EUA morrem em avalanche na Áustria

  • Por Agencia EFE
  • 05/01/2015 16h48

Viena, 5 jan (EFE).- Duas jovens promessas da equipe de esqui alpino dos Estados Unidos morreram nesta segunda-feira em uma avalanche ocorrida na cidade de Sölden, na Áustria, conhecida por sediar a primeira prova da Copa do Mundo da modalidade.

Bryce Astle, de 19 anos, e Ronald Berlack, de 20, pertenciam à equipe C americana. Eles faziam parte de um grupo de seis atletas que praticavam esqui livre quando o deslizamento ocorreu perto da geleira Rettenbach, no estado do Tirol, a mais de 3 mil metros de altitude.

A identidade das vítimas foi confirmada por um dos técnicos da equipe americana, Patrick Riml, em entrevista coletiva realizada em Zagreb, na Croácia, palco da atual etapa da Copa do Mundo.

“Infelizmente demoraram 45 minutos para encontrá-los em baixo de quase quatro metros de neve”, lamentou Riml.

Sölden é o local de treinamento da equipe americana – que conta com estrelas como Lindsey Vonn, Mikaela Shiffrin, Ted Ligety e Bode Miller – durante a temporada europeia da Copa do Mundo.

A notícia comoveu os demais atletas dos EUA, segundo Riml, já que Astle e Berlack já tinham treinado com vários dos esquiadores da equipe principal que está em Zagreb.

Depois do acidente, 60 integrantes das equipes de resgate e da polícia, acompanhados por cachorros rastreadores, tentaram encontrá-los o mais rápido possível, mas o esforço foi em vão.

As autoridades pediram aos esquiadores que, após o acidente, só utilizem pistas marcadas por causa das condições climáticas ruins e a possibilidade de novos deslizamentos. EFE