PT pode ter grande hegemonia política em 2015, com presidências da República, da Câmara e do Senado

  • Por Jovem Pan
  • 17/03/2014 12h35

Câmara dos DeputadosCâmara dos Deputados

A possibilidade de o PT aumentar ainda mais sua influência no Governo após as eleições de outubro é “muito real”, avalia Fernando Rodrigues. O comentarista Jovem Pan considera normal que um partido queira chegar ao poder e, quando lá, aspire a aumentar sua zona de influência. “O problema é quando o sistema democrático em vigor acaba sendo incapaz de produzir forças de oposição que vão contrabalanceando os votos durante as eleições”, ressalta Rodrigues.

Quando o PSDB estava no governo o então ministro da comunicação Sérgio Motta dizia que a sigla iria ficar 20 anos no poder. Ficaram por oito. O PT assumiu, o plano também é ficar 20 anos – já está 12 anos. Fernando Rodrigues avalia o tempo petista na presidência, com o “solavanco do mensalão” de 2005. 

Se Dilma for reeleita, pode ter a maior bancada na Câmara e no Senado. Na câmara, “vai acontecer”, avalia Fernando, pois o partido já é o maior hoje e deve eleger uma bancada na volta de 100 deputados. No Senado, a missão é mais difícil. O PMDB tem 20 senadores, enquanto o PT, apenas 13. Mas sete dos 20 peemedebistas terão que renovar mandato neste ano. abrindo espaço para um empate, ou até ultrapassagem do PT.

O PT pode ter as presidências da República, da Câmara e do Senado. Seria um nível de poder nunca visto desde a Ditadura Militar.