Putin visita Volgogrado, cenário dos dois atentados terroristas desta semana

  • Por Agencia EFE
  • 01/01/2014 05h59

Moscou, 1 jan (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin, chegou nesta quarta-feira em uma visita de trabalho à cidade de Volgogrado, no sul do país, onde ocorreram dois atentados suicidas que causaram 34 mortos e deixaram dezenas de feridos no início desta semana, segundo informações oficiais.

“A vileza dos crimes que foram cometidos aqui, em Volgogrado, não precisa de comentários adicionais”, disse o chefe do Kremlin, citado pela agência “Interfax”, em reunião com as autoridades da cidade e membros do Governo Federal.

Putin comentou que “os crimes contra a população civil, em particular contra mulheres e crianças, não tem justificativa alguma” e pediu que os presentes na reunião analisassem as medidas que foram adotadas em Volgogrado e em todo o país para “garantir a segurança dos cidadãos”.

“Depois pedirei ao diretor do Serviço Federal de Segurança (Alexander Bortnikov) e ao ministro do Interior (Vladimir Kolokoltsev) para falarmos, nós três, sobre as medidas para elevar a segurança em todo o território da Rússia”, disse Putin.

Ontem à noite, em sua mensagem de Ano Novo à população, o presidente russo prometeu que as autoridades continuarão a luta contra os terroristas até “sua completa eliminação”.

“Continuaremos a luta contra os terroristas de maneira segura, impiedosa e prudente até sua completa eliminação”, disse o chefe de Estado em seu pronunciamento, que recebeu a chegada de 2014 em Khabarovsk, cidade no extremo oriente do país, uma região que no ano passado sofreu com inundações devastadoras. EFE