Representante do governo dos EUA hasteia bandeira LGBT em consulado no Rio

  • Por Agencia EFE
  • 09/06/2015 18h23

Rio de Janeiro, 9 jun (EFE).- O enviado especial do governo Estados Unidos para os Direitos Humanos das Comunidade LGBT, Randy Berry, hasteou nesta terça-feira a bandeira com as cores do arco-íris, que simboliza a luta pelo fim da discriminação sexual, em frente ao consulado do país no Rio de Janeiro.

“Os direitos da comunidade LGBT são os direitos humanos e os direitos humanos são os direitos da comunidade LGBT”, afirmou o primeiro “embaixador” americano indicado especificamente para a defesa da causa.

O cônsul-geral interino dos Estados Unidos no Rio de Janeiro, Michel Yoder, destacou a importância do hasteamento da bandeira, que classificou como “símbolo da justiça e do amor”.

“Esta bandeira mostra nosso apoio a comunidade LGBT. É uma honra e um privilégio que as bandeiras estejam juntas nestes dias”, explicou.

Randy Berry, que ontem se reuniu em Brasília com representantes do Ministério das Relações Exteriores, revelou ter ficado satisfeito em perceber que há uma “grande similaridade nos interesses dos dois países”.

O enviado especial do governo americano, que passou por várias cidades, explicou que o roteiro de visitas foi decidido em ocasião do calendário do mês do Orgulho Gay. Berry, inclusive, esteve na parada realizada neste domingo em São Paulo e, por causa disso, disse brincando que ainda não está “ouvindo adequadamente”.

Depois de passar por diversos países do continente, inclusive Argentina, Chile e Uruguai, o “embaixador” destacou o trabalho realizado no Brasil no que diz respeito a igualdade, afirmando que se trata de um exemplo. EFE

rso/bg