Série “Dexter” é proibida na Tailândia por causa de conteúdo “inadequado”

  • Por Agencia EFE
  • 04/07/2014 09h55

Bangcoc, 4 jul (EFE).- A Comissão Nacional de Radiodifusão da Tailândia proibiu nesta sexta-feira a emissão da série de TV americana “Dexter”, que acompanha o cotidiano de um assassino em série, ao considerar seu conteúdo “inadequado”, informou a imprensa local.

O presidente da Comissão, Natee Sukonrat, disse que a série viola a lei de Radiodifusão de 2008, a qual proíbe a emissão de conteúdos que suponham uma ameaça para a segurança, que violem a moralidade e a ordem pública ou que sejam obscenos, informou o portal “Prachatai”.

O organismo também impôs uma multa de 50 mil bat (pouco mais de mil euros) à operadora de televisão GMM, de propriedade do principal grupo midiático e da indústria de entretenimento do país.

A medida foi tomada depois que a junta militar aumentasse o controle dos meios de comunicação para impedir a propagação de “informações incorretas” e de notícias que “fomentem o ódio” em direção à monarquia.

Após o golpe de Estado do último dia 22 de maio, o Exército impôs a censura, suspendeu as emissões de televisão e deteve temporariamente vários repórteres críticos ao governo. EFE