Sobe para 5 o número de mortos após explosão em mercado de Honduras

  • Por Agencia EFE
  • 27/02/2015 22h50

Tegucigalpa, 27 fev (EFE).- O número de mortos em uma explosão de um cilindro de gás em um mercado em Honduras, ocorrido na sexta-feira passada, aumentou nesta sexta-feira para cinco com a morte de um jovem que era atendido em um hospital das graves queimaduras sofridas no acidente.

Gustavo Zelaya, de 26 anos, sofreu queimaduras de segundo e terceiro grau no corpo que foram tratadas sem sucesso no estatal Hospital Escola Universitário, onde morreu hoje, segundo um breve boletim divulgado pelo centro médico.

A explosão ocorreu na sexta-feira passada na Feira do Agricultor e Artesão, que funciona somente às sextas-feiras e sábados na capital hondurenha, e foi provocado pelo estouro de um cilindro de gás.

A tragédia deixou inicialmente cerca de 70 pessoas feridas, mas uma menina de dois anos e uma mulher de 83 anos morreram neste mesmo hospital já no fim de semana passado.

Outras duas mulheres, identificadas como Debbie Giron e Enoe Brizuela, morreram na noite da quinta-feira também no Hospital Escola Universitário.

Pelo menos 30 pessoas continuam hospitalizadas, segundo as autoridades sanitárias.

Mais cedo, as autoridades hondurenhas transferiram a um hospital dos Estados Unidos dois irmãos de dois e nove anos que também ficaram feridos na explosão. As crianças sofreram “graves queimaduras de segundo e terceiro grau em quase todo seu corpo”, e viajaram acompanhados de sua mãe.

As autoridades médicas preveem que os menores permanecerão seis meses nos Estados Unidos, de onde retornarão a Honduras para continuar com o processo de reabilitação. EFE