Tempestade “Dolores” se desloca no Pacífico com potencial de furacão

  • Por Agencia EFE
  • 12/07/2015 21h46

Cidade do México, 12 jul (EFE).- O Serviço Meteorológico Nacional (SMN) do México estabeleceu neste domingo uma zona de vigilância desde Lázaro Cárdenas, no estado de Michoacán, até Cabo Corrientes, em Jalisco, pela presença da tempestade tropical “Dolores”, que se formou nesta madrugada em águas do Pacífico com potencial de se transformar amanhã em furacão.

A tempestade está 275 quilômetros ao sul-sudoeste de Zihuatanejo, no estado de Guerrero, e 400 quilômetros ao sul-sudeste de Manzanillo, em Colima, e se movimenta rumo ao oeste-noroeste a 19 km/h, indicou o SMN em seu boletim mais recente.

“Dolores” gera ventos sustentados de 85 km/h e sequências de 100 km/h, e a previsão é que amanhã se transforme em furacão categoria 1, com ventos sustentados de 120 km/h e sequências de 150 km/h, quando se encontre 305 quilômetros ao sudoeste de Manzanillo.

O SMN prevê chuvas intensas (75 a 150 milímetros) acompanhadas de tempestades elétricas e queda de granizo em Michoacán, Guerrero e Oaxaca, muito fortes (50 a 75 milímetros) em Colima, e fortes (25 a 50 milímetros) em Nayari e Jalisco.

Além disso, prevê ondas de três a quatro metros nos litorais de Oaxaca e Guerrero, e de 1,5 a 2,5 metros nos de Michoacán, Colima e Jalisco, além de ventos de 35 km/h com sequências de 55 km/h no litoral de Oaxaca, Guerrero e Michoacán.

Por isso, o Serviço Meteorológico recomendou o aumento da precaução à população em geral e à navegação marítima nos estados mencionados. EFE