Tempestade tropical Erika perde força, mas provoca chuvas no leste de Cuba

  • Por Agencia EFE
  • 29/08/2015 13h20

Miami/Havana, 29 ago (EFE).- A tempestade tropical Erika perdeu força e se transformou neste sábado em um sistema de baixa pressão enquanto passava pelo leste do Cuba, ao registrar ventos constantes de 55km/h, informou neste sábado o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos.

Em boletim, o centro meteorológico, com sede em Miami, retirou todos os avisos e advertências de tempestade tropical para a passagem de Erika nos EUA. No entanto, o NHC sugere que as Bahamas, o centro e o leste de Cuba, além do sul da Flórida, acompanhem o avanço da tempestade nas próximas horas.

Erika chegou a Cuba nas primeiras horas da manhã deste sábado e em forma de depressão tropical, após provocar fortes chuvas no Haiti e na República Dominicana. Apesar de perder força, ainda há risco de inundações e deslizamentos na ilha.

Na passagem pelo nordeste de Cuba, Erika se transformou em “onda tropical”, provocando chuvas nas províncias mais ao leste do país, conforme o Instituto de Meteorologia de Cuba (Insmet).

“A tempestade tropical Erika continuou se debilitando e perdendo em estrutura. Um avião de reconhecimento não encontrou circulação ciclônica na superfície. Isso é um elemento definitivo para determinar um ciclone tropical. Por isso, Erika foi rebaixada para uma onda tropical”, disse o órgão em comunicado. EFE