Tunísia identifica autores do ataque terrorista

  • Por Agencia EFE
  • 19/03/2015 09h30

Paris, 19 mar (EFE).- As autoridades tunisianas já identificaram dois dos autores do ataque terrorista que deixou 20 mortos nesta quarta-feira, embora ainda não tenham confirmado vinculação com nenhum grupo jihadista.

O primeiro-ministro tunisiano, Habib Essid, explicou em entrevista à emissora de rádio francesa RTL que os terroristas que efetuaram os disparos, e que em seguida foram mortos pelas forças de segurança, são Saber Jachnaui e Yassin Labidi.

Labidi já era conhecido e investigado pelos serviços da inteligência tunisiana, assinalou o primeiro-ministro, apesar de que “estava assinalado por coisas não muito especiais”.

“Estamos aprofundando as investigações, (mas) não podemos confirmar se pertenciam a uma ou outra organização terrorista”, disse.

O ministro tunisiano das Relações Exteriores, Taieb Baccouche, informou ao canal francês “BFM TV” que há “três cúmplices detidos” e um quarto ainda é procurado.

O primeiro-ministro se mostrou convencido que politicamente o país não será afetado pelo massacre, já que “todo mundo se solidariza e estamos na mesma posição”, em alusão a todos os partidos políticos do arco parlamentar.

No entanto, reconheceu que o impacto econômico é “terrível”, porque o ataque aconteceu exatamente no início da temporada turística e “vai agravar os problemas de um setor que já está debilitado”.

O primeiro-ministro tunisiano lembrou que “este tipo de incidente já aconteceu nas maiores democracias do mundo”, e por isso assegurou que, embora as medidas de segurança sejam reforçadas, certas ações sempre vão ser difíceis de controlar.

“Isso não vai nos impedir de promover a Tunísia como destino de férias”, e garantiu a segurança dos visitantes de seu país.

Essid reivindicou mais cooperação internacional, principalmente na troca de informação de inteligência, o que poderia ajudar a prevenir novas ações terroristas no futuro. EFE