Bolsonaro se aproxima de Flávio Rocha e ganha espaço em setores da economia

  • Por Jovem Pan
  • 13/08/2018 09h36 - Atualizado em 13/08/2018 09h58
DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO CONTEÚDOEvento ocorreu na manhã seguinte ao primeiro debate entre presidenciáveis na TV

O candidato Jair Bolsonaro (PSL) aumenta sua penetração em setores do pequeno e médio empresariado, avalia a comentarista Vera Magalhães.

Na última sexta (10), Bolsonaro se reuniu com cerca de 60 representantes do setor produtivo. Havia integrantes de setores do serviço, varejista, e de pequenas construtoras manifestando apoio ao postulante ao Planalto.

No mesmo encontro, o anfitrião sugeriu que o dono da Riachuelo Flávio Rocha (PRB) compusesse o ministério de Bolsonaro, que reagiu positivamente à ideia.

“Por que não?”, disse Bolsonaro sobre a possibilidade de o empresário assumir a pasta do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. Em tom de brincadeira, o deputado federal do PSL disse também que Rocha seria seu “vice-presidente de honra”.

Geleia partidária

O ex-controlador da Riachuelo foi pré-candidato à Presidência pelo PRB, mas abandonou a disputa.

O PRB de Flávio Rocha está fechada com Geraldo Alckmin (PSDB) na grande aliança de ‘a’ a ‘z’ que o tucano criou em torno de si.

A sigla também chegou a negociar com o candidato do Podemos, Alvaro Dias. Rocha era cotado como possível vice do senador.

Com informações complementares de Estadão Conteúdo