Doria se reunirá com executivos da Ford para tentar reverter fechamento de fábrica

  • Por Vera Magalhães
  • 20/02/2019 09h59
Estadão Conteúdo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o secretário de Economia do estado, Henrique Meirelles, vão se reunir nesta quinta-feira (21) com executivos da Ford, para tentar reverter a decisão de fechar a montadora em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

Nesta terça-feira (20), a montadora anunciou que vai encerrar as operações de fábrica em São Bernardo e que deixará de atuar no segmento de caminhões. A fábrica de veículos em Camaçari (BA) continuará operando. De acordo com uma nota divulgada pela empresa, o fechamento da fábrica representa “um importante marco para o retorno à lucratividade sustentável das operações na América do Sul”.

Integrantes do governo paulista reconhecem, no entanto, que a negociação deve ser mais difícil do que aquela feita com a General Motors, quando ela também ameaçou fechar uma unidade em São José dos Campos, no interior. Isso porque a decisão da Ford é global, para tentar mitigar os prejuízos da empresa na América Latina — e não por causa da economia ou do mercado de trabalho brasileiros.

O fechamento dessa unidade da Ford acarretaria na demissão de 3 mil funcionários diretos.