Vera Magalhães: Declarações de Bolsonaro sobre FGTS são feitas sem embasamento técnico

  • Por Jovem Pan
  • 22/07/2019 07h54 - Atualizado em 22/07/2019 08h10
José Cruz/Agência BrasilO presidente Jair Bolsonaro estuda também liberar o FGTS ativo para os trabalhadores sacarem; medida deve ser anunciada nesta semana

O presidente Jair Bolsonaro disse que pode rever valor da multa sobre o FGTS em demissão sem justa causa. Ao cogitar a proposta, o presidente ressaltou que a mudança seria para o futuro e mandou uma mensagem aos trabalhadores: Menos direitos, emprego. Todos os direitos, desemprego.

“Eu acompanhei a escalada de declarações do presidente e, uma delas, é essa do FGTS. Tem mil razões para se criticar o FGTS, eu acho que é um instrumento bastante ultrapassado tanto para o trabalhador quanto para o empregador. Ele não é uma boa saída para ninguém, deveria ter um estudo bem complexo e completo para rever todas as as suas implicações, inclusive a obrigação. O que é ruim dessas declarações é que elas são feitas sem nenhum tipo de embasamento em dados, nenhum embasamento técnico. Sempre pende para um lado e deixa o lado mais fraco da moeda em desvantagem. Isso que causa perplexidade.”