Vettel diz que não há explicação para estouro de pneu na Bélgica

  • Por Agencia EFE
  • 23/08/2015 16h21

Redação Central, 23 ago (EFE).- O piloto alemão Sebastian Vettel (Ferrari) afirmou que não há explicação para seu pneu traseiro ter estourado na última volta do Grande Prêmio da Bélgica neste domingo, incidente ocorrido quando o tetracampeão ocupava a terceira posição.

“Não há explicação para o que ocorreu. O pneu não furou, ele simplesmente explodiu”, disse Vettel, que acabou ultrapassado pelo francês Romain Grosjean (Lotus), beneficiado com o abandono.

“Merecíamos terminar no pódio, assim é o automobilismo. O que é diferente é não terminar a corrida pelo que ocorreu. Isso não é facilmente aceito por um piloto, apesar de não ter sido tão terrível como o incidente de Silverstone há alguns anos. Porém, eu tenho que falar, porque isso não pode ocorrer”, acrescentou o piloto.

Vettel fez referência ao Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 2013, no qual estouraram vários pneus da marca italiana Pirelli, que segue como fabricante oficial do Mundial. Na Bélgica, o pneu traseiro direito do alemão Nico Rosberg (Mercedes) também explodiu na sexta-feira.

Já o companheiro do tetracampeão na Ferrari, Kimi Raikkonen, que terminou em sétimo, reconheceu que não ficou feliz com o resultado. O finlandês, no entanto, disse que foi “muito melhor” do que o esperado devido à posição inicial no grid: a 16ª colocação.

O carro de Raikkonen apresentou um problema no câmbio durante o treino classificatório de ontem, impossibilitando que ele registrasse voltas no Q2. Para trocar a peça, ele ainda perdeu uma posição para o brasileiro Felipe Nasr (Sauber).

“Espero que tenhamos mais sorte no futuro, estamos fazendo as coisas bem como equipe, mas sempre ocorre algo que faz com que não tenhamos os resultados esperados. Agora vamos para casa, Monza, será agradável e um bom fim de semana para nós e nossos torcedores”, comentou o finlandês, campeão do mundo com a Ferrari em 2007. EFE