Andrea Matarazzo afirma que o ajuste fiscal e a reforma tributária são prioridade

Segundo o presidente da Matarazzo Holding, há enormes despesas a serem cortadas que não fariam a menor diferença para o governo

  • Por Jovem Pan
  • 11/02/2021 11h48
Reprodução/Jovem PanAndrea Matarazzo defende uma reorganização tributária

Jovem Pan está sempre atenta aos desafios e às necessidades do Brasil. Nos posicionamos em momentos decisivos e por isso, novamente, nos colocamos em defesa das reformas e dos projetos fundamentais para o desenvolvimento do país. Para isso, convidamos empresários, lideranças e autoridades para agir, juntos, em prol do futuro da nação. O Brasil não pode mais esperar. “São duas as principais questões que o Brasil tem que trabalhar, pelo menos para o setor industrial, para voltar a se desenvolver e voltar a crescer. O primeiro é o ajuste fiscal, esse eu conheço bem porque já estive no governo, e há enormes despesas a serem cortadas que não fariam a menor diferença para o governo. É preciso trabalhar na contenção e no corte de despesas, e não no aumento de impostos. A segunda é a reforma tributária, essencial para nós sairmos desse manicômio fiscal que existe no Brasil que encarece muito o produto das empresas e a própria operação das empresas. Eu acho que, no mínimo, se não conseguirmos avançar com a reforma tributária, com a reforma fiscal, é uma reorganização tributária. Isso é essencial e também reduziria muito os custos do país”, afirma Andrea Matarazzo, presidente da Matarazzo Holding.

Acompanhe a cobertura especial da campanha na página especial do site da Jovem Panjovempan.com.br/o-brasil-nao-pode-mais-esperar. Clique AQUI.