Carlos Sampaio diz que reformas vão trazer mais segurança jurídica para os investidores

De acordo com o deputado federal, é preciso uma interação maior entre os presidentes da Câmara e do Senado para definir qual PEC será priorizada

  • Por Jovem Pan
  • 22/03/2021 11h26
Reprodução/Jovem PanCarlos Sampaio afirma que a reforma tributária já deveria ter sido aprovada há muito tempo

Jovem Pan está sempre atenta aos desafios e às necessidades do Brasil. Nos posicionamos em momentos decisivos e por isso, novamente, nos colocamos em defesa das reformas e dos projetos fundamentais para o desenvolvimento do país. Para isso, convidamos empresários, lideranças e autoridades para agir, juntos, em prol do futuro da nação. O Brasil não pode mais esperar. “As reformas em andamento na Câmara e no Senado são fundamentais para o país. A reforma administrativa vem em sequência à reforma da previdência, que tratou dos servidores inativos. Agora precisamos voltar às nossas atenções para os servidores da ativa. Nesse contexto, a reforma administrativa enviada pelo governo foi apresentada de forma a atingir apenas aqueles servidores que forem contratados após a sua aprovação e trazendo alterações importantes, como novas regras para contratações, o fim da estabilidade e, ainda, medidas que facilitem as demissões. Já a reforma tributária deveria ter sido aprovada há muito tempo. O que precisamos é que haja uma maior interação entre os presidentes da Câmara e do Senado para definição de qual das PECs deve ser priorizada. Sou pessoalmente favorável à aprovação de ambas por estar convencido de que elas são essenciais para o crescimento econômico do Brasil e para garantir segurança jurídica aos investidores internacionais que queiram atuar no país”, afirma o deputado federal Carlos Sampaio (PSDB-SP).

Acompanhe a cobertura especial da campanha na página especial do site da Jovem Pan. Clique AQUI.