Confúcio Moura diz que reforma administrativa vai gerar reação, mas aprovação é necessária

Senador afirmou que, por mexer com sindicatos e com interesses de grupos privilegiados do serviço público, proposta terá forte repercussão

  • Por Jovem Pan
  • 24/02/2021 11h31
Reprodução/Jovem PanConfúcio Moura avalia que o empresariado brasileiro espera a reforma tributária para conseguir gerar riquezas

Jovem Pan está sempre atenta aos desafios e às necessidades do Brasil. Nos posicionamos em momentos decisivos e por isso, novamente, nos colocamos em defesa das reformas e dos projetos fundamentais para o desenvolvimento do país. Para isso, convidamos empresários, lideranças e autoridades para agir, juntos, em prol do futuro da nação. O Brasil não pode mais esperar. “A reforma tributária e a reforma administrativa são indispensáveis, necessárias, importantíssimas para o Brasil. A reforma tributária, necessária e justa, é o que o empresariado brasileiro deseja para gerar riquezas, para facilitar suas vidas, extremamente importante. A reforma administrativa é outra proposta muito importante. Ela vem organizar o serviço público, acabar com esse disparate extraordinário entre serviço público, salários, remunerações, gratificações, penduricalhos e outras coisas mais na eficiência da gestão pública. Então, é uma reforma que vai mexer com o sindicato, vai mexer com interesses de alguns grupos que são privilegiados dentro do serviço público. Haverá uma reação muito forte, mas necessária”, defende Confúcio Moura, senador pelo MDB-RO.

Acompanhe a cobertura especial da campanha na página especial do site da Jovem Pan. Clique AQUI.