Efraim Filho defende as reformas administrativa e tributária para o Brasil voltar a crescer

Deputado federal afirma que ajuste tributário vai valorizar produtores brasileiros e atrair investidores confiantes no potencial e na responsabilidade fiscal do Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 23/02/2021 14h22
Reprodução/Jovem PanSegundo Efraim Filho, é preciso devolver a meritocracia ao serviço público

Jovem Pan está sempre atenta aos desafios e às necessidades do Brasil. Nos posicionamos em momentos decisivos e por isso, novamente, nos colocamos em defesa das reformas e dos projetos fundamentais para o desenvolvimento do país. Para isso, convidamos empresários, lideranças e autoridades para agir, juntos, em prol do futuro da nação. O Brasil não pode mais esperar. “Tem duas reformas que são essenciais para esse momento: a administrativa e a tributária. Porque para esse ano de 2021, o Brasil precisa voltar a crescer, recuperar o rumo do desenvolvimento e resgatar os empregos perdidos nessa crise. E duas ações são importantíssimas. A primeira é o controle de gastos públicos e a segunda é o aumento do investimento privado. Para o controle de gastos, a reforma administrativa é essencial para a gente corrigir uma série de distorções que ano a ano, nas últimas décadas, acabaram levando a um Estado muito pesado que não consegue dar uma resposta ao serviço público e ao contribuinte brasileiro. É preciso avançar e devolver a meritocracia ao serviço público. E a reforma tributária é valorizar quem produz no Brasil, é desburocratizar as regras, é simplificar os procedimentos, é conseguir atrair investidores que precisam confiar na nossa capacidade, no potencial e na responsabilidade fiscal que o Brasil tem para levar adiante todo esse potencial. O Congresso Nacional tem obrigação de dar essa resposta, porque o Brasil não pode mais esperar”, afirma Efraim Filho, deputado federal pelo DEM da Paraíba.

Acompanhe a cobertura especial da campanha na página especial do site da Jovem Pan. Clique AQUI.