‘Reforma administrativa é vital para melhoria do serviço público’, afirma Luiz Felipe D’Ávila

Para o fundador do Centro de Liderança Pública, a aprovação do texto vai valorizar a carreira do bom servidor e oferecer um serviço melhor ao cidadão

  • Por Jovem Pan
  • 12/02/2021 11h04
Reprodução/Jovem PanLuiz Felipe D'Ávila diz que reforma vai fazer com que o contribuinte deixe de financiar 'feudos de privilégio'

Jovem Pan está sempre atenta aos desafios e às necessidades do Brasil. Nos posicionamos em momentos decisivos e por isso, novamente, nos colocamos em defesa das reformas e dos projetos fundamentais para o desenvolvimento do país. Para isso, convidamos empresários, lideranças e autoridades para agir, juntos, em prol do futuro da nação. O Brasil não pode mais esperar. “A reforma administrativa é vital para melhorar a qualidade do serviço público para a população. Quando se vê filas, desperdício de dinheiro público e mau atendimento é fruto de uma burocracia desmotivada e incompetente que não consegue prestar serviços de qualidade para a população. A reforma administrativa vai valorizar a carreira do bom servidor. Esse, sim, tem que ganhar melhor, ser treinado e poder ascender na carreira de acordo com a qualidade e a competência do serviço público entregue à população. Portanto, a reforma administrativa vai resolver três problemas centrais: reduzir o custo do Estado com a burocracia, valorizar os bons servidores públicos e fazer com que essa burocracia de servidores valorizados prestem serviço de melhor qualidade à população. Assim, a população terá melhores serviços e o contribuinte economizará dinheiro deixando de financiar feudos de privilégio que só beneficiam o pequeno grupo do funcionalismo público e prejudica enormemente a população”, aponta Luiz Felipe D’Ávila, fundador do Centro de Liderança Pública.

Acompanhe a cobertura especial da campanha na página especial do site da Jovem Panjovempan.com.br/o-brasil-nao-pode-mais-esperar. Clique AQUI.