Wilson Poit afirma que é preciso haver vacinação e aprovação de reformas para a economia crescer

Diretor superintendente do Sebrae São Paulo também aposta na redução da burocracia e na facilidade do acesso ao crédito como formas de crescimento do país

  • Por Jovem Pan
  • 08/02/2021 11h16
Reprodução/Jovem PanWilson Poit fala sobre a importância de se prestar atenção às micro e pequenas empresas

Jovem Pan está sempre atenta aos desafios e às necessidades do Brasil. Nos posicionamos em momentos decisivos e por isso, novamente, nos colocamos em defesa das reformas e dos projetos fundamentais para o desenvolvimento do país. Para isso, convidamos empresários, lideranças e autoridades para agir, juntos, em prol do futuro da nação. O Brasil não pode mais esperar. “As últimas previsões do Banco Central indicam crescimento do PIB, crescimento da economia neste ano de 2021, mas para que isso se concretize mesmo, nós precisamos que a vacinação contra a Covid-19 aconteça, seja acelerada e também que a reforma administrativa, reforma tributária e o ajuste fiscal se concretizem. É a famosa arrumação da casa. A economia vive de expectativas, e isso vai dar um sinal positivo para que a máquina comece a girar. Após um ano tão difícil, não podemos deixar que essas reformas não prestem muita atenção às micro e pequenas empresas. Afinal de contas, elas representam cerca de 98% das empresas do Brasil, são responsáveis por mais da metade dos empregos e por 30% do PIB. Então, reduzir a burocracia e facilitar o acesso ao crédito vai fazer com que realmente a economia comece a funcionar, para que haja otimismo e a gente volte à normalidade com crescimento real em 2021″, diz Wilson Poit, diretor superintendente do Sebrae São Paulo.

Acompanhe a cobertura especial da campanha na página especial do site da Jovem Panjovempan.com.br/o-brasil-nao-pode-mais-esperar. Clique AQUI.