Bope esvazia área entorno de colégio eleitoral no DF após suspeita de bomba

  • Por Jovem Pan
  • 28/10/2018 15h20 - Atualizado em 28/10/2018 16h01
Reprodução - Google MapsOs policiais não conseguiram identificar o conteúdo da embalagem com o raio-x e tiveram que destruir o pacote.

Um pacote lacrado foi encontrado próximo a uma escola de Ensino Infantil no Distrito Federal. Junto à caixa estava fixado um papel com imagem de bomba. O Bope, Batalhão de Operação Especiais da Policia Militar, foi acionado e a Operação Petardo entrou em curso.

A operação é praxe em casos de suspeita de ataques com bombas. Pelo menos 30 policiais se deslocaram para o lugar e evacuaram a área ao redor da escola para que o pacote fosse averiguado. O major Gustavo Dias contou ao jornal Correio Braziliense que foi constatado que a embalagem continha apenas tijolos. A escola não precisou ser evacuada, apenas as ruas no entorno. A votação não foi interrompida e os eleitores puderam ir às urnas normalmente.

O pacote, que foi deixado ao lado da escola, em frente ao prédio do CRAS, Centro de Referência da Assistência Social, precisou ser destruído pelos policiais porque o raio-x da equipe antibomba não foi capaz de detectar com certeza se havia ou não explosivo dentro da embalagem. Dias ainda pediu que os moradores que não votam na escola que permaneçam em casa e mantenham-se seguros. “Não podemos descartar ameaças. Temos que verificar todas”, disse.