Ministro nega que inauguração de obras tenha objetivo eleitoral

  • Por Thiago Navarro/Jovem Pan
  • 26/03/2018 15h51 - Atualizado em 26/03/2018 15h52
Elias Gomes/Jovem PanMinistro das Cidades, Alexandre Baldy participou do Fórum Jovem Pan Mitos e Fatos nesta segunda (26)

O ministro das Cidades Alexandre Baldy negou que a inauguração de obras pelo presidente Michel Temer tem objetivos eleitorais.

“Nós estamos nos esforçando muito para iniciar obras e retomar obras pelo fato de a recuperação econômica do País ser nossa prioridade. Não pensamos em momento algum por questões eleitorais”, afirmou Baldy nesta segunda (26) em entrevista à Jovem Pan. O ministro disse que projetos antigos estão sendo analisados para ver ser devem ser retomados ou extintos.

“A nossa busca constante é para que os investimentos possam ocorrer”, declarou.

Questionado sobre qual setor terá prioridade neste ano, Baldy afirmou que “todas as áreas têm prioridade”, mas destacou: “a área de habitação envolve muitos recursos, então possivelmente chame mais atenção”.

Apadrinhado do presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ), o ministro preferiu não antecipar quem irá apoiar caso Maia e Temer decidam se candidatar ao Planalto. Baldy afirmou que só deve se posicionar em 5 de agosto, quando será feita a oficialização das candidaturas. Mas ressaltou: “o presidente Michel tem todo direito e legitimidade de se postular”.

Alexandre Baldy, que é deputado federal por Goiás também não quer antecipar se concorrerá no final do ano à mesma cadeira no Parlamento ou ao Executivo estadual. “Estamos focados absolutamente no ministério”, repetiu. “Até dia 7 de abril teremos aqueles que porventura serão candidatos e se posicionarão acerca de suas questões políticas e eleitorais”.