PSC decide romper com governador Paulo Câmara

  • Por Estadão Conteúdo
  • 21/06/2018 17h30
Reprodução/PSCEm nota, assinada pelo deputado André Ferreira, o grupo afirma que "falta diálogo, capacidade administrativa e, principalmente, liderança" à atual gestão
O PSC anunciou nesta quinta-feira (21) a saída da base de apoio do governador pernambucano e pré-candidato à reeleição, Paulo Câmara (PSB). Em nota, assinada pelo deputado estadual e presidente regional do PSC, André Ferreira, o grupo afirma que “falta diálogo, capacidade administrativa e, principalmente, liderança” à atual gestão.

“Hoje a sociedade cobra coragem nas posições política. Nós temos essa coragem e fazemos política por convicção. Não concordamos com a prática do poder pelo poder e nem aceitamos um governo que seja refém da barganha”, diz o texto.

André Ferreira é deputado estadual e pré-candidato ao Senado. No entanto, com a atual configuração da Frente Popular, não teria espaço numa chapa encabeçada por Câmara. Além André, também assina a nota o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PR).

Após o anúncio, o deputado federal e presidente estadual do PSDB, Bruno Araújo, saudou os Ferreira nas redes sociais. “Ao PSC de PE e ao Grupo Ferreira, bem-vindos ao Novo Projeto de Desenvolvimento para Pernambuco!”. O aceno indica aproximação do grupo na Frente das Oposições, que tem como pré-candidato ao Governo do Estado o senador Armando Monteiro Neto (PTB).