Alckmin deve usar parte do tempo de TV para atacar ‘inconsistências’ de Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 27/08/2018 13h10
Henrique Barreto/Estadão ConteúdoO tucano tem 5 minutos e 32 segundos - quase metade do tempo total de TV

A campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) à Presidência quer usar m terço do seu tempo de TV para atacar as “inconsistências” de seu adversário Jair Bolsonaro (PSL), que é líder nas pesquisas de intenção de voto. A informação é da jornalista Andréia Sadi, da TV Globo.

O horário eleitoral na televisão, que começa no próximo dia 31, já tem os programas de presidenciáveis iniciando no dia seguinte (1º) até 04 de outubro. Dos 12 minutos e 30 segundos de cada um dos dois blocos de propaganda, que serão exibidos a cada dois dias, o tucano tem 5 minutos e 32 segundos.

No comitê tucano, o foco são as inserções na TV e comerciais. Entre os temas aprovados estão aqueles que reforçam o discurso conhecido de Alckmin, de que os problemas “não serão resolvidos a bala”.

A campanha, segundo a jornalista, também quer explorar o assalto que Jair Bolsonaro sofreu em 1995, no Rio de Janeiro, e argumentar que mesmo armado ele não reagiu.

Entre as inconsistências de Bolsonaro, a equipe de Alckmin quer mostrar a questão dos impostos e lembrar quando o candidato defendeu a sonegação de impostos.

Assim como fez Marina Silva, entre as principais apostas para desestruturar Bolsonaro está nos assuntos relacionados à mulher.

Confira a cobertura completa das Eleições 2018