Amoêdo comemora decisão do TSE sobre propaganda do PT: ‘não é vitória do partido, mas do cidadão’

  • Por Jovem Pan
  • 03/09/2018 11h13
Reprodução/Twitter“A primeira liminar do @partidonovo30 contra a propaganda eleitoral ilegal do PT foi deferida", publicou no Twitter

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral Luís Felipe Salomão proibiu o PT de veicular a propaganda eleitoral transmitida em rádio neste sábado (1º) em que o ex-presidente Lula ainda aparecia como candidato à Presidência. O pedido para retirar a campanha de Lula do ar foi solicitado pelo NOVO, através de medida cautelar ao TSE.

Nesta segunda-feira (03), em sua conta no Twitter, o candidato à Presidência pelo NOVO, João Amoêdo, comemorou a decisão do TSE.

“A primeira liminar do @partidonovo30 contra a propaganda eleitoral ilegal do PT foi deferida. Essa não é uma vitória do partido, mas do cidadão brasileiro, que não merece ser enganado mais uma vez por essa turma que há anos mente para o povo”, escreveu.

Minutos depois publicou: “O nosso erro histórico foi sempre tentar transformar o candidato ‘viável’ no presidente ideal. Deveríamos tentar algo novo: transformar o presidente ideal no candidato viável”.

Liminar

Esta é a primeira liminar do TSE deferida sobre o tema. O ministro determinou ainda que para cada propaganda eleitoral em desconformidade com a decisão do tribunal seja paga uma multa de R$ 500 mil.

Vale lembrar que o TSE barrou a candidatura de Lula com base na Lei da Ficha Limpa, mas decidiu que ele pode aparecer no horário eleitoral, desde que não seja apresentado como candidato.