Ao rebater críticas de Temer, Alckmin diz que presidente não tem liderança e nem legitimidade

  • Por Jovem Pan
  • 06/09/2018 12h34 - Atualizado em 06/09/2018 12h37
Marcelo Chello/Estadão ConteúdoAlckmin negou ainda a afirmação de Temer de que o seu partido apoiou sua gestão: “eu não votei no Temer"

O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, disse nesta quinta-feira (06) que o presidente Michel Temer (MDB) não tem legitimidade. A afirmação vem após a divulgação de dois vídeos do presidente com críticas diretas ao tucano.

A primeira gravação, de quarta-feira (05), tem Temer afirmando que, quando apoiou o ex-governador paulista em eleições anteriores, Alckmin era “diferente”. Temer ressalta ainda que os ministérios da Saúde, Educação e Indústria e Comércio foram comandados por PP, DEM e PRB, e que são legendas que hoje apoiam o tucano.

Em sabatina promovida pelo jornal O Estado de S. Paulo em parceria com a FAAP, nesta quinta, Alckmin rebateu a crítica do presidente: “o problema não são os ministros, é o presidente que não tem a liderança que precisa ter e nem a legitimidade”.

Alckmin negou ainda a afirmação de Temer de que o seu partido apoiou sua gestão: “eu não votei no Temer. O Temer é a chapa da Dilma. Houve o impeachment. Nós temos responsabilidade para com o Brasil. Tudo que for de interesse do país vamos votar favoráveis”.