Boato sobre urna computar votos antes da tecla ‘confirma’ é falso

  • Por Jovem Pan
  • 07/10/2018 16h07 - Atualizado em 07/10/2018 16h14
Tiago Hardman/Futura Press/Estadão ConteúdoO TRE-MG esclareceu que urnas mais antigas demoram mais tempo para confirmar os votos

A Justiça Eleitoral esclareceu que as mensagens que têm circulado nas redes sociais sobre a ausência de processamento de todos os votos em algumas urnas eletrônicas são falsas. Muitos eleitores alegaram não terem ouvido o sinal sonoro de confirmação dos votos, colocando em xeque principalmente a contabilização da escolha para presidente.

De acordo com comunicado divulgado pelo TRE-MG, são utilizados diferentes modelos de urnas eletrônicas, e, por isso, a velocidade do processamento e consequente encerramento dos votos varia. Ou seja: dependendo do modelo da urna, há maior ou menor demora para o processamento dos votos após o toque na tecla “confirma”.

“A urna mais atual – modelo 2015 – processa os votos mais rapidamente que a urna mais antiga – por exemplo, modelo 2008. Para comprovar, foram feitas filmagens na auditoria de votação paralela em duas urnas, uma modelo 2015 e outra modelo 2008, para que o eleitor entenda como se dá o encerramento da votação e tenha a segurança de que todos os seus votos são devidamente registrados pela urna eletrônica”, explicou o TRE-MG.

Mais cedo, o tribunal também esclareceu que o vídeo que mostra uma urna supostamente “auto completando” o número de Fernando Haddad é falso.