Bolsonaro oficializa astronauta Marcos Pontes como ministro em eventual governo

  • Por Jovem Pan
  • 20/10/2018 13h54 - Atualizado em 20/10/2018 14h09
Fábio Motta/Estadão ConteúdoCandidato ainda cogita manter Ilan Goldfajn na presidência do Banco Central

O candidato do PSL à presidência da República Jair Bolsonaro concedeu uma entrevista coletiva neste sábado, 20, para a imprensa e afirmou que já definiu mais um ministro de seu possível governo, o astronauta Marcos Pontes, cotado para ser chefe do Ministério de Ciência e Tecnologia.

A conversa com os jornalistas durou cerca de 10 minutos e Bolsonaro ainda disse que é contra o “instituto da reeleição” e que, se for eleito, vai trabalhar por uma reforma política que acabe com a reeleição para presidente e reduza em até 20% a quantidade de parlamentares no Congresso Nacional.

Ele afirmou também que nem tudo no governo de Michel Temer é ruim, por isso não descarta a possibilidade de manter na presidência do Banco Central o economista Ilan Goldfajn.

Sobre as ondas das fake news e a reportagem publicada pela Folha de S. Paulo do impulso nas mensagens de Whatsapp, o candidato reiterou que “não tem nada a ver com isso” e não precisa ficar divulgando na internet mentiras sobre o PT, pois o partido “por si só já tem noticias capazes de implodir a campanha de Fernando Haddad“.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga