Defesa pede ao TSE participação de Lula em propaganda como apoiador de Haddad

  • Por Jovem Pan
  • 14/09/2018 15h03 - Atualizado em 14/09/2018 15h10
DivulgaçãoSegundo a defesa, a força politica de Lula é "inegável"

A defesa do ex-presidente Lula protocolou pedido ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) requirindo uma autorização para a realização de vídeos, áudios e mídias diversas feitos pelo próprio para que possam ser veiculadas na propaganda eleitoral no rádio e na televisão. O objetivo é mostrar Lula como apoiador da campanha do candidato Fernando Haddad à presidência.

Segundo a defesa, a força politica de Lula é “inegável” e “justamente por esta razão merece o eleitorado brasileiro saber qual a opinião de Lula acerca dos candidatos a Presidente da República, ao Senado, ao Governo dos Estados e do Distrito Federal e aos cargos proporcionais federais e estaduais”.

Os advogados pedem ainda que, caso o TSE acate o pedido, a superintendência da Policia Federal do Paraná, onde Lula cumpre pena de 12 anos, seja avisada, com o intuito de dar “efetividade a tais direitos”.

Na terça, o PT oficializou Haddad como candidato à presidência no lugar de Lula, visto que, a candidatura do ex-presidente foi barrada pelo TSE em função da lei da Ficha Limpa.

Com informações do Estadão Conteúdo